quarta-feira, 11 de julho de 2012

Rainha da Babilônia

                                                                                                                                                                            foto: tê noronha


Quando chega me atiça e de cara tua saliva me enfeitiça.
Se faz presente em meio a boêmia
dona da simpatia, tua energia me contagia.

Companhia sempre merecida nessas idas e vindas da vida,
És eterna comparsa, apaziguadora das paradas lá de casa. Impetuosa, te desejo em toda derrota e a cada conquista. Me inspira e alivia, te quero até quando faz ressaca na minha vida

Graciosa e divina és a mais gostosa que sambou na minha vida.
Chega amarga e depois adoça a boca de rapazes e meninas, já faz parte da rotina e essa alegre mocinha, combina com minha mania de viver a vida.

Sigo a sorrir apoiada na tua nuca, te beijando a boca, mudando teu nome. Para fermentar a emoção, me tira do marasmo, me faz amar a cada mesa que paro, compartilho dessa paixão gelada por essa rodada que enlouquece a todos que provaram da tua baba.

Um comentário:

  1. Loura ou branquinha, sempre são bem-vindas.

    ResponderExcluir